valorfito

Quando ganha o ambiente, ganhamos todos nós.

O sector agrícola português tem demonstrado uma rápida capacidade de resposta aos desafios para a retoma dos resíduos de embalagens de produtos fitofarmacêuticos. Após o apuramento dos resultados das embalagens recolhidas em 2016 pelo sistema Valorfito, são evidentes os bons resultados deste ano: a retoma de 53% das embalagens de produtos fitofarmacêuticos colocados no mercado, face aos 47,4% de 2016.

Também o número dos pontos de retoma aumentou no ano passado, existindo neste momento 918 locais activos no nosso país. Estes pontos de retoma são parceiros indispensáveis para os resultados obtidos e para o sucesso do Valorfito nos próximos anos.

Para o médio prazo, estão previstos novos desafios. O Valorfito está a estudar a possibilidade de alargar a sua ação a todos os resíduos produzidos pela atividade agrícola, integrando, por exemplo, as embalagens de adubos e dos fertilizantes, as tubagens da rega e os plásticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *