12.8 C
Lisbon
19 de January, 2020
Fito-Factos

Retirada de fitofármacos poderá ter impacto negativo de 810 milhões de euros nas fileiras do vinho, azeite, milho, pêra e tomate

Os agricultores portugueses da fileira do vinho, azeite, milho, pêra e tomate obtêm atualmente um rendimento de mais de 1,5 mil milhões de euros, o equivalente a 40% do rendimento da produção vegetal nacional. A retirada de substâncias ativas do mercado, que ajudam a proteger as culturas, teria um impacto previsível de perdas de cerca de 810 milhões de euros, sendo o vinho o principal afetado (360 milhões de redução de rendimentos). Os cálculos constam do estudo “Avaliação do Impacto Económico Causado pela Retirada de Substâncias Ativas de Culturas Chave em Portugal”, promovido pela Anipla.

Posts relacionados

Europa detém 12% da produção mundial de fruta e hortícolas.

ANIPLA

Sabia?

ANIPLA

Os alimentos orgânicos não são mais saudáveis, diz estudo norte-americano.

ANIPLA

Deixe um comentário



Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar tráfego nos websites. Partilhamos informações com os nossos parceiros de redes sociais, de publicidade e de análise, que as podem combinar com outras informações que lhes forneceu ou recolhidas por estes a partir da utilização daqueles serviços. Consente? Mais informações sobre cookies e processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Politica de Privacidade.

Aceitar Ler mais