12.8 C
Lisbon
19 de January, 2020
Fito-Notícias

Que futuro para o sector agrícola?

A ANIPLA e a ECPA, respetivamente as associações nacional e europeia para a proteção das plantas, participam na 55.ª Feira Nacional da Agricultura, que se realiza até ao próximo dia 10 de Junho no CNEMA, em Santarém, este ano especialmente dedicada ao tema “Olival e Azeite”.

Hoje, foi o dia escolhido para as iniciativas das duas associações. No espaço público do evento, a ANIPLA vai ao encontro dos visitantes, partilhando informação e desafiando as pessoas a pensar sobre a atividade que dá mote à Feira – a agricultura. Através da distribuição de informação sobre a produção agrícola nacional, onde inclui propostas de algumas receitas caseiras, as promotoras da ANIPLA vão questionar o público sobre o conhecimento/desconhecimento que este tem sobre os atuais desafios à agricultura nacional.

A informação partilhada está em sintonia com a campanha da ANIPLA, “Considere os factos”, lançada pela associação em 2017 e que vai já no seu segundo ano. Esta iniciativa tem como objetivo criar e estimular diálogo público sobre a produção de alimentos e contribuir para desfazer mitos sobre o tema que, muitas vezes, geram medo e insegurança às famílias portuguesas.

Para António Lopes Dias, diretor executivo da ANIPLA, “No segundo ano da campanha estamos ainda mais certos de que o sector agrícola tem que sair do campo e ir ao encontro dos consumidores – para que as famílias portuguesas possam conhecer, e assim apoiar, uma atividade milenar tão fulcral na vida em sociedade e que deve ser protegida”.

Por outro lado, no auditório principal do recinto, o diretor geral da ECPA, Jean Phillipe Azoulay, é um dos oradores na conferência internacional organizada pela CAP que visa debater os grandes desafios para a agricultura no futuro.

O responsável da European Crop Protection Association abriu o debate sobre a importância da inovação na agricultura para poder produzir alimentos para uma população crescente. A conferência, que será encerrada pelo primeiro-ministro, integra ainda uma mesa redonda e as apresentações de Paolo de Castro, deputado ao parlamento europeu e vice-presidente da Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural, e de Carlos Moedas e Phil Hogan, respetivamente os comissários europeus para a investigação, ciência e inovação e para a agricultura e desenvolvimento rural.

Para Jean Phillipe Azoulay, director geral da ECPA, “Os europeus contam com uma grande variedade de produtos agrícolas, com elevados níveis de segurança, graças a um trabalho de grande cooperação entre a ciência e os produtores. O poder político deve ser capaz de defender a aposta na inovação e na tecnologia, que são o que tem permitido aos produtores agrícolas continuar a produzir grandes quantidades de alimentos, seguindo escrupulosas regras de segurança e total respeito pelos recursos naturais.

Posts relacionados

Azeite já representa 9% do valor da produção agrícola nacional

ANIPLA

Portugal será 3.º maior produtor mundial de azeite numa década

ANIPLA

Produção de maçã deverá ser a maior das últimas três décadas, segundo o INE

ANIPLA

Deixe um comentário



Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar tráfego nos websites. Partilhamos informações com os nossos parceiros de redes sociais, de publicidade e de análise, que as podem combinar com outras informações que lhes forneceu ou recolhidas por estes a partir da utilização daqueles serviços. Consente? Mais informações sobre cookies e processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Politica de Privacidade.

Aceitar Ler mais