Vendas de abacate na Europa crescem 35%.

O abacate é mesmo o fruto mais desejado de momento na Europa. Isso mesmo provam as sua vendas que subiram 35% no último ano, atingindo um recorde anunciado pela Organização Mundial do Abacate (WAO).

Criada em 2016, a WAO representa alguns dos maiores produtores, exportadores e importadores de abacate do mundo, de países como o México, Peru, África do Sul, Colômbia, Tanzânia, Zimbábue, Moçambique, Espanha e EUA.

“Observámos um tremendo crescimento em toda a Europa no ano passado, com os europeus a consumir 650 milhões de toneladas de abacate nos últimos 12 meses, pelo que prevemos um próximo ano excitante”, disse Xavier Equihua, CEO da WAO.

A União Europeia, incluindo o Reino Unido, é um dos mercados que mais cresceu em todo o mundo, sendo já o segundo maior consumidor de abacates do mundo. Em 2017, o consumo terá crescido cerca de 20%, para 480 milhões de quilogramas.

O responsável da Organização explicou que estes resultados se devem sobretudo às recentes parcerias feitas em toda a Europa. Parcerias essas que incluíram roadshows da WAO com a cadeia de hipermercados britânica Tesco em que vários promotores davam a provar abacate a milhares de clientes só no Reino Unido. Adicionalmente, a WAO fez também parcerias com grandes operadores de retalho na Europa, nomeadamente o Lidl e a Edeka (Alemanha) e Esokki (Espanha).

O abacate está definitivamente na moda, seja pelo seu sabor, que primeiro se estranha, mas depois entranha, seja pelos seus benefícios para a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *