Europa à espera da Política Agrícola Comum

Um questionário da Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural da Comissão Europeia, feito a mais de 28 mil cidadãos da União Europeia (UE), em dezembro do ano passado, revelou que 55% dos habitantes dos 28 estados-membro, acreditam que uma das principais responsabilidades dos agricultores é “providenciar alimentos seguros, saudáveis e de boa qualidade”.

Quando questionados sobre qual deveria ser o principal objetivo da Política Agrícola Comum (PAC), metade dos inquiridos respondeu “proteger o ambiente e combater as alterações climáticas”, opção que aumentou 6% desde 2015.

No que diz respeito ao conhecimento dos membros da UE sobre a atividade da PAC, 67% dos respondentes afirmou ter consciência sobre o apoio que a UE disponibiliza aos agricultores e produtores. Já no que concerne a sua atuação, quase 3/4 dos europeus acredita que a PAC cumpre o seu papel de assegurar uma distribuição alimentar sólida, cujo principal objetivo é fomentar a segurança alimentar.

92% dos europeus inquiridos crêem ainda que a agricultura e as áreas rurais são importantes para o futuro das populações.

Do seu objetivo inicial de segurança alimentar, para o período pós-2020 foram criadas novas pretensões, fazendo desta uma PAC com uma maior ambição em termos ambientais e climáticos. Os resultados deste estudo provaram que o apoio dos europeus à PAC é alto e que mais de 6 em 10 dos inquiridos são da opinião de que esta política agrícola beneficia todos os cidadãos da UE e não só os agricultores.

Para mais informações, consulte aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *