Inteligência artificial para prevenir a evolução de pragas

O Ministério da Agricultura espanhol lançou, pelo segundo ano consecutivo, uma experiência piloto de utilização de inteligência artificial para prevenir a evolução da praga da mosca da azeitona.

Conseguir antecipar o comportamento das pragas é uma ferramenta valiosa para técnicos e agricultores, já que permite prevenir os danos sobre as culturas e travar o avanço do problema.

O projeto recorre à extensa base de dados da RAIF – a rede de alerta e informação fitossanitária da Andaluzia que disponibiliza informação atualizada sobre o estado fitossanitário das principais culturas desta região espanhola.

Através de um modelo de inteligência artificial é possível prever o comportamento da praga da mosca da azeitona com uma antecedência de quatro semanas, recorrendo a técnicas de machine learning.

Mais informações aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *