14.9 C
Lisboa
17 de Fevereiro, 2020
Fito-Notícias

Percevejo asiático pode invadir Portugal, alertam cientistas.

Culturas agrícolas como o tomate, milho, pêra, uva e laranja podem vir a ser severamente afectadas, sem que haja ainda uma forma eficaz de controlo.

Investigadores de Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) alertaram esta quinta-feira contra os perigos do percevejo asiático, “insecto problemático” com uma “já longa lista de países invadidos”, ao qual Portugal não deverá escapar.

Numa altura em que se discute intensamente o combate à vespa asiática (vespa velutina), “existe outro insecto muito problemático, o percevejo asiático (Halyomorpha halys), que, com certeza, incluirá Portugal na já longa lista de países invadidos em todo o mundo”, alerta um grupo de cientistas da FCTUC, numa nota enviada à agência Lusa.

Para sensibilizar a população em geral, e “os produtores agrícolas em particular”, a equipa de investigadores do FLOWer Lab (Centre for Functional Ecology) da FCTUC está a desenvolver “uma campanha de sensibilização sobre a problemática desta praga”.

Inserida no projeto i9Kiwi, a campanha inclui vários materiais de divulgação, entre os quais “panfletos acerca do percevejo asiático, difundidos em formato físico ou através das redes sociais, bem como a realização de comunicações públicas e publicações técnicas, alertando para a problemática deste insecto”.

Os investigadores apelam também à “participação de todos os cidadãos, na melhor filosofia de uma ciência verdadeiramente inclusiva e cidadã, através da partilha no grupo de Facebook “Percevejo asiático (Halyomorpha halys) PT”, ou via e-mail (h.halys.i9k@gmail.com), de fotografias de possíveis avistamentos do insecto”.

 

Notícia in: Publico

 

Posts relacionados

Azeite já representa 9% do valor da produção agrícola nacional

ANIPLA

Portugal será 3.º maior produtor mundial de azeite numa década

ANIPLA

Produção de maçã deverá ser a maior das últimas três décadas, segundo o INE

ANIPLA

Deixe um comentário



Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar tráfego nos websites. Partilhamos informações com os nossos parceiros de redes sociais, de publicidade e de análise, que as podem combinar com outras informações que lhes forneceu ou recolhidas por estes a partir da utilização daqueles serviços. Consente? Mais informações sobre cookies e processamento dos seus dados pessoais, consulte a nossa Politica de Privacidade.

Aceitar Ler mais