Fruta portuguesa vai chegar à Costa do Marfim.

Os produtores de maçã, pêssego, citrinos e uva de mesa vão poder exportar para a Costa do Marfim.

Com 24 milhões de potenciais consumidores, a Costa do Marfim vai ser mais um destino para as exportações de fruta portuguesa fora do espaço comunitário. O novo mercado destinado ao setor frutícola junta-se aos restantes 45 que têm aberto as fronteiras aos produtos nacionais desde 2015. De acordo com o Ministério da Agricultura, estes novos mercados de exportação abrangem 150 produtos, 110 de origem animal e 40 de origem vegetal.

Em 2017 as exportações de frutas, legumes e flores atingiram os 1472 milhões de euros, um crescimento de 12% em comparação com o ano anterior. Espanha, França, Reino Unido, Holanda e Alemanha são os principais destinos, com o tomate processado, os frutos vermelhos e a pera a figurarem na lista dos produtos mais vendidos nos mercados internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *