Portugal lidera na exportação de vinho

A vinha portuguesa está de parabéns. Razão? A exportação de 778 milhões de euros em vinho em 2017, fazendo com que Portugal confirme, mais uma vez, ser um dos países que mais vinho produz e exporta.

De acordo com o Eurostat, os grandes produtores de vinho estão em Espanha, Itália e França, seguidos de Portugal, Alemanha e Hungria. Já França, Reino Unido, EUA e Alemanha são os principais clientes de Portugal, segundo a mesma fonte.

Relativamente a valores, as exportações de vinho na União Europeia (UE) atingiram 21,9 mil milhões de euros em 2017, sendo que 9,1 mil milhões de euros (41%) estiveram a cargo dos produtores franceses. Segue-se a Itália, com 6 mil milhões de euros (27%) e a Espanha, com 2,9 mil milhões de euros (13%). Portugal surge em quinto lugar com 777,9 milhões de euros em exportações, num total de quase três milhões de hectolitros.

Do lado das importações, o Eurostat refere que Portugal importou 136 milhões de euros de vinho de outros Estados-membros e apenas um milhão de euros de vinho de origem exterior à UE.

Já em relação às exportações de vinhos nacionais para 2018, estima-se que passem a barreira histórica dos 800 milhões de euros, de acordo com Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, ao Jornal Económico.

Isto apesar de as previsões apontarem para uma colheita total deste ano de 5,3 milhões de hectolitros, menos 22% do que a produção da campanha de 2017. As razões são climatéricas: uma primavera chuvosa, que permitiu o desenvolvimento das doenças da vinha, como o míldio e o oídio, mas também a onda de calor de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *